dcsimg

O que é o SISU?

  • author

A sigla SISU significa: Sistema de Seleção Unificada trata-se de um programa que permite que os alunos que fizeram o ENEM possam disputar vagas para estudar em Universidades Federais. Entenda como funciona o SISU.

Desenvolvido pelo Ministério da Educação (MEC), o Sistema de Seleção Unificada  é um sistema que tem o intuito de organizar e possibilitar que a maior quantidade possível de alunos use a suas notas do Novo ENEM para estudar nas Universidades Federais do país.

Quem pode participar do SISU?

Podem participar do sistema de seleção do SISU todos os alunos que tenham feito o ENEM. Não existe uma regra que determine a quantidade de vagas que estarão disponíveis em cada instituição. Dessa forma, a quantidade de vagas oferecidas pelas Universidades Federais para os alunos participantes do programa varia de acordo com a universidade.

Nota de corte para o SISU

A  nota mínima dos alunos para concorrer as vagas – chamada de nota de corte – é variável tanto em relação ao curso que se deseja matricular quanto à universidade. Existem dois fatores principais que determinam a nota de corte:

·   Determinadas pelas instituições de ensino:  As Universidades Federais podem determinar uma nota mínima obrigatória para cada um de seus cursos, seguindo um critério próprio. Dessa maneira essa nota nota pode ser, por exemplo, 400 em uma Universidade e 500 em outra, o critério escolhido para determinar esta nota mínima obrigatória é responsabilidade das Universidades. Algumas Universidades optam por não estabelecer uma nota mínima, assim, podem participar da seleção qualquer aluno.

·   Existe um outro critério onde as notas dos outros alunos também determinam a nota de corte dentro da lógica do SISU. Quanto mais alunos concorrerem para uma determinada vaga e quanto mais alta for a nota deles, mais sobe a nota de corte.

 Funcionamento do SISU

A primeira edição de inscrições do SISU foi em 29 de Janeiro de 2010.

Nesta primeira edição trabalhava-se em tempo real ( assim que um novo aluno faz a inscrição ou altera os seus dados todo o sistema é atualizado ) mas para simplificar o processamento dos dados ele foi estruturado no formato de turnos pois segundo dados do MEC a capacidade atual de acessos simultâneos que o site do SISU pode receber é de 200.000 alunos.

O sistema que o SISU trabalha com os dados em formato de turnos funciona da seguinte maneira:  durante o período diurno o site fica aberto para receber os cadastros dos alunos ou modificar cadastros já existentes. Durante o período noturno o site fica fechado para cadastros e alterações pois é neste período que o sistema processa as inscrições e dessa maneira pode recalcular as notas de corte.

Por isso é importante verificar diariamente sua situação e posição pois ocorrem atualizações diárias e dessa maneira você poderá ter certeza de que sua vaga está garantida.

As etapas do SISU

Além de trabalhar com turnos, o SISU também trabalha em etapas, são 3 etapas no total:

·   Primeira Etapa

·   Segunda Etapa

·   Etapa Suplementar ( ou Etapa Final ) 

Neste sistema de etapas, o aluno concorre três vezes às vagas das Universidades Federais, ou seja, o aluno tem 3 chances. Uma informação importante é que a cada etapa todos os resultados são zerados, ou seja, ao iniciar uma nova etapa do SISU, os alunos tem que fazer novamente a sua inscrição no site. Assim, o aluno que se inscrever para a primeira etapa do SISU e não se inscrever para a segunda etapa, por exemplo, não estará concorrendo na segunda etapa.

Os alunos podem ainda inscrever-se na Etapa Suplementar do SISU, para concorrer a uma das vagas de lista de espera. O aluno que estiver na lista de espera pode ser chamado caso alguém que conseguiu uma vaga desista de ingressar no curso.


Comentários



Veja mais artigos de Artigos

<< Outros artigos de artigos

Comentários

Siga-nos:

Instituições em Destaque

 
 

Newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas notícias do Vestibular além de dicas de estudo: